sábado, 20 de março de 2010

Pequena estilista transforma roupas velhas em moda para crianças


  Na foto, Cecilia Cassini: a mais jovem estilista do mundo também tem consciência ecológica

Aos dez anos de idade, a jovem estilista Cecilia Cassini já faz a diferença no mundo da moda sustentável. Agregando as novidades às criações destinadas ao público infantil e juvenil, a garota com senso fashion de “gente grande” transforma roupas antigas em modelos modernos, mostrando que é possível unir criatividade, consciência e designer até mesmo em roupas infantis.
A mais jovem estilista do mundo divide o seu tempo entre os estudos e a sua marca de roupas, frequentando desde desfiles de grifes mundiais até os passeios escolares e as aulas de tênis, sempre despertando atenção de quem procura entender os “porquês” da pequena ser tão empreendedora e sensível em relação ao comportamento da moda contemporânea.

 Reconstruindo antigas roupas, Cecilia cria sua peças cheias de estilo

Uma prova da determinação de Cecilia é a sua atitude de mandar uma carta para a grife Chanel reclamando uma coleção que fosse dedicada a garotada, isso aos sete anos. Sem obter respostas e já há um ano utilizando uma máquina de costura, presente da avó, a ítalo-americana decidiu colocar a “mão na massa” e dar o primeiro passo na confecção de uma linha de roupas exclusivas para meninas que, assim como ela, gostam de vestir roupas que tragam as novas tendências da moda.
E como a pequena estilista acredita que uma postura mais amiga do meio ambiente está dentro do “pacote” das garotas “antenadas”, Cecilia optou por criar uma coleção reconstruindo peças antigas, “varrendo” dos armários da casa, da família e das amigas as roupas antigas e colocando-as em um novo ciclo de vida, desta vez, muito mais fashion e responsável.

 Cores, cortes, babados e muitos laços nas roupas criadas por Cecilia Cassini: tudo o que uma criança, fashion, gosta

"Eu adoro ir às lojas de tecido, mas eu realmente amo limpar meu armário e gavetas para encontrar tecidos e materiais que eu possa redirecionar. Eu corto as roupas velhas ou que já estão pequenas ou rasgadas e construo coisas novas e fabulosas para vestir. Eu posso ter um vestido velho e transformá-lo em algumas blusas novas, por exemplo”, explica Cecília.
Inspirando tanto crianças como os adultos, Cecilia também atualiza um blog, e nele, deixa um recado que pode resumir um pouco do que essa grande garota quer passar com suas criações: “Hoje não tive aula na escola em honra a Martin Luther King Jr., e como ele, eu também tenho sonhos. Tenho o sonho de que não exista mais crianças pobres. Tenho o sonho de que cada pequena garota tenha um vestido para usar. Tenho o sonho de que as crianças irão correr atrás dos próprios sonhos”, defende.
 Desde os seis anos costurando com máquina, a pequena entende que é preciso pensar também no planeta na hora de criar roupas

Um comentário:

Danielle disse...

Muito bom nossa estimula qualquer um ver uma menina assim e tão decidida!To amando seu blog