domingo, 20 de fevereiro de 2011

Moda Ecológica

por Claudia Levron, de Paris | 14/02/2011
 
H&M, Osklen, grandes marcas apostam pesado em tecidos eco-responsáveis

Ser eco não é mais moda, é uma questão responsabilidade com as gerações futuras e o meio ambiente. Preservar e reciclar são palavras de ordem que entraram definitivamente na consciência das pessoas. Até o que vestimos ou usamos é um reflexo de quem somos e no que acreditamos. Seguindo essa tendência, tecidos biológicos e reciclados, couros alternativos invadem o mercado fashion e ganham cada vez mais adeptos.
A gigante sueca de fast fashion H&M, com lojas espalhadas pelo mundo, investe pesado em materiais eco-responsáveis na fabricação de suas peças. Atualmente seu carro chefe é o algodão biológico, cultivado sem pesticidas, nem produtos químicos, ideal para o meio ambiente e seguro para os trabalhadores agrícolas.

Desde 2004 a marca vende roupas à base de algodão biológico, e pretende aumentar em 50% a sua utilização até o ano de 2013. Além do algodão, trabalha com poliéster e lã reciclados, tencel e tecidos do gênero.

As peças vêm com uma grande etiqueta verde facilitando a vida do consumidor. Segundo Henrik Lampa, executivo da H&M sueca, os clientes estão cada vez mais buscando esta etiqueta nos produtos. A coleção ecológica do verão 2011 da marca se chama "Garden" e, como não poderia deixar de ser, vem supercolorida e cheia de flores como um jardim.
No Brasil
No Brasil, várias grifes marcam presença na causa eco como a Osklen, que apresentou, na coleção inverno 2011, no último SPFW, acessórios feitos a partir do couro alternativo de salmão. A pele deste peixe é normalmente subaproveitada e descartada causando poluição biológica, sua utilização ajuda a prevenir a geração deste tipo de resíduo.

Há algum tempo, visando fomentar a conscientização ambiental, Oskar Metsavaht, estilista e proprietário da marca, criou em parceria com biólogos e ambientalistas o projeto e-fabrics. O selo, emitido pelo instituto, certifica que as matérias-primas retiradas do meio ambiente não afetam a natureza ou seres humanos. O selo é concedido quando tecidos reciclados ou reutilizados, como tecidos de algodão orgânico, couros alternativos, fibras naturais, tecelagem natural e látex natural da Amazônia foram usados na produção das peças.


Outra iniciativa veio de Chiara Gadaleta, apresentadora do programa de TV Tamanho Único, do GNT, que lançou durante o Fashion Rio, em parceria com a ativista e designer carioca Viviane Martins, o Instituto Ser Sustentável com Estilo, que reúne 13 nomes da moda brasileira, entre os quais Ronaldo Fraga e Luciana Galeão. São marcas que buscam usar, em sua produção, matéria-prima reciclada, tecidos feitos com algodão orgânico e tingidos naturalmente, couro alternativo. O principal objetivo do Instituto será incentivar a troca de experiências no setor, buscando promover a sustentabilidade, a economia criativa e a capacitação dos envolvidos. A natureza agradece.

Fonte: Bolsademulher.com

Um comentário:

SAKO CHIC disse...

Moda Ecologica.
Vimos a necessidade de ter algo mais perto e made in brasil.Com qualidade, design e cores. Somente R$12,99 + R$7,00 frete. Segue abaixo link do nosso blog.

http://www.ecobagsakochic.blogspot.com/

OBRIGADO!!!